Autor
Tópico: Por que o 4 em romanos fica IIII?  
HumbertoReis
Usuário Nivel 5

Postagens: 1191
Registro: 3/10/2004
Local: Guanambi - BA - Brasil
Idade: 35 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  MSN Messenger  Sexo Masculino
 Postado em 22/12/2006 22:30:00  

Pois é, pessoal.

Acho que já discutimos isso antes, mas não me lembro da resposta. Fui mostrar um Vacheron pra esposa (abaixo) e ela me chamou a atenção pro IIII no mostrador, no lugar de IV. Disse que era comum, mas não soube explicar o motivo...




_______________________
Humberto Reis
http://www.humbertoreis.med.br/
http://www.portalppc.com/

   
jeans
Usuário Nivel 5

Postagens: 2941
Registro: 12/10/2005
Local: Brasília - DF - Brasil
Idade: 33 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  MSN Messenger  Sexo Masculino
 Postado em 22/12/2006 22:38:00  

Humberto, vc matou uns posts do fórum, não vai ganhar presente de natal!

   
HumbertoReis
Usuário Nivel 5

Postagens: 1191
Registro: 3/10/2004
Local: Guanambi - BA - Brasil
Idade: 35 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  MSN Messenger  Sexo Masculino
 Postado em 22/12/2006 22:40:00  

Ah, mas eu me comportei!!


_______________________
Humberto Reis
http://www.humbertoreis.med.br/
http://www.portalppc.com/

   
jeans
Usuário Nivel 5

Postagens: 2941
Registro: 12/10/2005
Local: Brasília - DF - Brasil
Idade: 33 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  MSN Messenger  Sexo Masculino
 Postado em 22/12/2006 22:47:00  

Qual a razão Humbertinho matador de post de fórum?

Segundo um tradicional fabricante
de relógios, trata-se de uma convenção
mundial entre as empresas do setor.
No século passado, teria havido na Inglaterra
uma colisão entre dois trens,
acidente motivado por uma distração
do rapaz que controlava o sentido das
linhas. Ele teria confundido o número
IV com o número V. Em vez de quatro,
o controlador achou que eram cinco
horas. O que seria apenas uma troca
banal para a maioria das pessoas,
no caso do controlador acabou provocando
uma mudança prematura no sentido
das linhas dos trens. O resultado
foi o choque entre duas composições,
provocando várias mortes.
A análise do acidente levou à conclusão
de que o equívoco com relação
às horas fora a causa. Ficou estabelecido,
então, que o quatro em romanos
nos mostradores de relógios seria
grafado na forma IIII.
Há quem defenda também que a
convenção sirva para “balancear” o
mostrador. Graças a ela, os relógios
trazem quatro marcações que usam
composições baseadas no algarismo
“I” (I, II, III e IIII), outras quatro fundamentadas
no algarismo “V” (V, VI,
VII e VIII), e finalmente o quarteto
que possui como base o algarismo “X”
(IX, X, XI, XII).

   
jeans
Usuário Nivel 5

Postagens: 2941
Registro: 12/10/2005
Local: Brasília - DF - Brasil
Idade: 33 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  MSN Messenger  Sexo Masculino
 Postado em 22/12/2006 22:52:00  

Também existe a história segundo
a qual um famoso fabricante de relógios
construiu um modelo para Luís
XIV, rei da França. O fabricante naturalmente
teria usado a forma “IV”
para grafar o número quatro. No entanto,
quando o relógio foi mostrado
ao monarca, o rei exigiu que o IIII
fosse utilizado no lugar do IV. Mesmo
sendo informado que a grafia com
dois sinais era a correta, o déspota
insistiu na forma que “sugeriu”. Assim,
não houve nada a fazer, senão
atender a exigência da realeza e mudar
a grafia do numeral. “Isso é provavelmente
apenas uma história, até
porque a grafia IIII é registrada bem
antes da época de Luís XIV. Além disso,
a mesma história é contada tendo
como protagonistas outros monarcas.
O que realmente deve explicar a preferência
pelo “IIII” é a simetria. Do
outro lado do mostrador dos relógios
em algarismo romano o “VIII” é o
número mais pesado, consistindo de
quatro sinais. Assim, o mesmo efeito é
obtido quando o quatro também é
grafado com quatro sinais. Ambos são
numerais mais “pesados”, localizados
próximos a números mais “leves”.
Usando o IV, a simetria seria quebrada.
(From Time & Timekeepers, W. I.
Milham, The Macmillan Company,
New York, 1947, p. 196:)

   
jeans
Usuário Nivel 5

Postagens: 2941
Registro: 12/10/2005
Local: Brasília - DF - Brasil
Idade: 33 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  MSN Messenger  Sexo Masculino
 Postado em 22/12/2006 22:53:00  

Existe uma longa discussão sobre
o tema na revista alemã
Uhrenmagazin (Revista das Horas). O
argumento mais aceito para a mudança
seria este: imagine o mostrador de
um relógio de pulso com os números
romanos e olhe os números localizados
no lado oposto - todos estão em
perfeito equilíbrio, exceto pelo ‘peso’
do VIII e a ‘leveza’ do IV; o equilíbrio
ótico é restabelecido pela impressão
também ‘pesada’ do IIII. Essa explicação
pode parecer simplista, mas,
por razões parecidas, você verá muitos
relógios, tanto de pulso como de
parede, mostrados em fotografias, que
apresentam em seus marcadores numerais
como 10:09. É simplesmente a
face ‘mais amigável’ do relógio.

   
HumbertoReis
Usuário Nivel 5

Postagens: 1191
Registro: 3/10/2004
Local: Guanambi - BA - Brasil
Idade: 35 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  MSN Messenger  Sexo Masculino
 Postado em 22/12/2006 22:54:00  

Foi essa história do trem que comentaram aqui da vez anterior.

Boa, Jean!

Obrigado.


_______________________
Humberto Reis
http://www.humbertoreis.med.br/
http://www.portalppc.com/

   
jeans
Usuário Nivel 5

Postagens: 2941
Registro: 12/10/2005
Local: Brasília - DF - Brasil
Idade: 33 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  MSN Messenger  Sexo Masculino
 Postado em 22/12/2006 22:54:00  

A razão não é tão difícil de se
perceber. O uso dos quatro I’s no lugar
do IV se deve ao processo
artesanal da produção dos números.
Antigamente alguns numerais eram
forjados em metal ou esculpidos em
madeira ou em ossos. Ao usar quatro
I’s para o número quatro, seriam produzidos
três conjuntos de mesmos numerais:
20 I’s, 4 V’s e 4 X’s. Assim os
moldes produziriam uma longa haste
de qualquer das matérias primas, de
onde seriam tirados 10 I’s, 2 V’s, e 2
X’s para cada lado do relógio

   
jeans
Usuário Nivel 5

Postagens: 2941
Registro: 12/10/2005
Local: Brasília - DF - Brasil
Idade: 33 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  MSN Messenger  Sexo Masculino
 Postado em 22/12/2006 22:55:00  

Isso é trivial, mas alguns de vocês
podem não saber: Nos antigos relógios
romanos, o “IIII” é freqüentemente
usado no lugar de “IV”. Isso porque o
IV é abreviação para Júpiter na Roma
antiga. Assim eles decidiram usar o
IIII, já que seus relógios não poderiam
trazer algo como a seqüência 1, 2,
3, deus, 5 etc. escrito neles.

   
PC
Usuário Nivel 3

Postagens: 359
Registro: 22/8/2005
Local: - SP - Brasil
Idade: 38 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 28/12/2006 17:27:00  

No primário da escola, sempre aprendi que era absolutamente inaceitável usar mais que tres "pauzinhos" em algarismos romanos!
Lembro me claramente da "dona Martha" aos berros quando algum aluno cometia esse pecado grave, para ela.
Memorizei isso e nunca usei...
Mas a vida toda reparei, com certo desconforto, que muitos relógios assim usavam e nunca soube a resposta... Minha mãe possuia um despertador Westclock qom quatro "pauzinhos" e outro da mesma marca com IV, nunca soube explicar...
Eu uso sempre os 3 "pauzinhos", não quero que a "dona Martha", que Deus a tenha, esteja onde estiver se zangue comigo!!!!
PC

   
 

2 ]