Autor
Tópico: Luminova, SuperLuminova e Trítio  
Cirde
Usuário Nivel 3

Postagens: 302
Registro: 13/7/2004
Local: Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 14/8/2004 21:57:00  

Olá pessoal

Ao Moderador minhas desculpas se a pergunta é repetida, mas o mecanismo de busca deste fórum não vai além do cabeçalho...

Tenho visto e visitado diversos sites sobre esses compostos luminosos para relógios (o 1o deles o do pr´prio fabricante do Luminova), e gostaria de saber na prática se o SuperLuminova é tão "super" em relação ao Luminova, pois meus relógios com trítio perderam sua luminescência em cerca de 5-8 anos. Vejo em anúncios apregoarem maravilhas sobre persistência, durabilidade, etc. Alguma experiência importante?

Um abraço e m. obrigado

Cirde

   
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9881
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 26 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 15/8/2004 02:07:00  

Esse assunto já gerou boas discussões aqui.
Vou responder em partes.

Sobre o Super-LumiNova, há discórdias sobre o assunto. Eu já ouvi gente dizer que há o LumiNova e o Super-LumiNova é melhor.

Que eu saiba, não tem nada disso. LumiNova é a marca, Super-LumiNova é o produto (normalmente referido apenas por LumiNova).
Então LumiNova e Super-LumiNova é a mesma coisa.

Os materiais luminosos podem ser radioativos ou não:

Radioativos: "Rádio" (usado lá pela primeira guerra mundial), "Trítio" e "Prométio" (este último era usado pela Seiko até pouco tempo)
Coloquei os nome entre aspas porque o material luminoso é comumente chamado assim, mas não significa que seja rádio puro, ou trítio puro. (Explicarei logo a seguir.)

Não Radioativos: material fosforescente comum (fósforo e resina), Super-LumiNova, Lumi Brite (este último é da Seiko)

Basicamente todos os materiais luminosos, radioativos ou não, têm fósforo em sua composição (parece que é uma mistura de zinco, cobre e fósforo, não tenho certeza. Quem souber, complemente!). É ele quem libera a luminosidade (libera radiação na forma de fótons).

Mas no caso do LumiNova, parece que ele usa óxido de estrôncio em vez do fósforo (ou um composto de fósforo). Acredito que o Lumi Brite também.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Sobre as diferenças entre o LumiNova e o Trítio:

O "trítio", como sabem, não precisa de exposição prévia para brilhar (assim como o antigo "rádio"). Na verdade, não é o trítio que brilha, mas sim o fósforo. O fósforo precisa ser exposto à uma radiação para emitir uma radiação luminosa (fótons). Uma das maneiras é expor o material fosforescente à própria luz, que já contem naturalmente radiação. A radiação UV presente na luz é que mais excita o material fosforescente. Tanto que os tipos de luz que possuem mais radiação, "carregam" com mais rapidez o material luminoso. A luz da lâmpada incadescente demora mais pra carregar (possui menos radiação UV). A luz da lâmpada fluorescente tem mais UV, carrega mais rápido, e a luz do sol é a campeã em radiação UV. Por isso, basta expor o relógio por 5 segundos à luz do sol que ele vai brilhar um tempão.

Então o material luminoso chamado de "trítio" é na verdade um material fosforescente impregnado de um material radioativo, o trítio. O trítio serve de fonte de radição para excitar o material fosforescente fazendo com que ele emita fótons constantemente. Por isso, o "trítio" não necessita prévia exposição à luz, até que acabe a vida do trítio.
Contando que há um tempo desde a obtenção do trítio até sua aplicação no relógio, na mão do usuário, realmente depois de uns 8 anos o trítio quase não tem mais efeito (o tempo de meia-vida do trítio é 12,5 anos). A partir daí, o material ainda pode brilhar, mas necessitará de uma exposição prévia à luz.

Já o Super-LumiNova necessita de prévia exposição à luz,

Agora, quanto ao desempenho, realmente o trítio, mesmo quando novo, deixa a desejar em termos de luminosidade frente ao Super-LumiNova.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Experiência própria:

Eu tenho um Swiss Army que "diz" ser trítio. Mas nunca brilhou sem prévia exposição. Mas a luminosidade até que é boa, e duradoura quando é exposto à luz como se fosse um material comum.

Tenho também dois Seiko que usam um material desenvolvido pela própria Seiko, chamado Lumi Brite, que é realmente impressionante!
Muitos dizem equivocadamente que a Seiko usa Super-LumiNova. Na verdade, as pessoas chutam que seja o Super-LumiNova porque a performance do Lumi Brite da Seiko é a mesma do Super-LumiNova, o que leva os desinformados a acharem que a Seiko usa esse último.
Alguns sugerem que o Lumi Brite seja o mesmo material da Luminova. Não sei.

Bem que a Seiko podia chamar o produto de "Diabrite" por exemplo, seguindo o nome que costuma dar às suas invenções.

http://www.seikowatches.com/asia/support/faq/lumi_brite.asp


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Então em resumo:

Trítio: brilha sem necessitar de exposição prévia à luz, pelo menos até que dure a radiatividade do trítio. Intensidade luminosa é menor. Material se deteriora com o tempo.

Super-LumiNova e Lumi Brite: necessita de prévia exposição à luz, no entanto, possui luminosidade maior num geral. A velocidade de "carregamento" é maior, a luminosidade inicial é maior, e também mantém a luminosidade mais forte por mais tempo.
Além do mais, é capaz de manter o mesmo desempenho por anos e anos. Segundo o fabricante, a capacidade luminosa não decai com a idade.

Abraços!

Adriano


Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.
   
Cirde
Usuário Nivel 3

Postagens: 302
Registro: 13/7/2004
Local: Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 15/8/2004 09:12:00  

Grande, Adriano, excelentes info! M. obrigado...

Cirde

   
Alberto Ferreira
Usuário Nivel 5

Postagens: 6636
Registro: 21/2/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 62 anos
Dados do Usuário  E-mail do Usuário não disponível  Usuário sem Página  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 15/8/2004 23:23:00  

Salve amigos!

Complementando as informações do Adriano.

Quando anteriormente nós conversamos sobre este assunto, eu postei este link aí abaixo, que esclarece mais o assunto Luminova, Super-Luminova, dados técnicos, especificações, etc...

Quem quiser ler mais a esse respeito...

http://www.rctritec.com/w_sln2.html

Um abraço a todos,



Alberto Ferreira
   
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9881
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 26 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 16/8/2004 00:32:00  

Boa! Eu ia postar esse link nesse momento.

Eu tenho um Link aqui muito bom, que só agora li inteiro, e este link confirma que o LumiNova e o LumiBrite são a mesma coisa. Acho que a Seiko não usa o nome LumiNova porque, apesar da invenção ser japonesa, a LumiNova é uma empresa suiça. A Seiko nunca assumirá usar alguma coisa vinda da Suiça!

Vale a pena ver o link:

http://www.europastar.com/europastar/watch_tech/QIT200.jsp


Aqui, pra adiantar, vai uma tabela comparativa entre o Trítio e o Super-LimiNova.






Reparem que, obviamente, a luminosidade do "trítio" (quando novo) não decai com o tempo. Ele brilha bastante depois de exposto à luz, mas depois a luminosidade é mantida pela radiação do trítio.
Como o Super-LumiNova não tem sua própria fonte de radiação como o "trítio", então sua luminosidade vai decaindo até sumir.

Abraços!

Adriano




Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.
   
flávio
Usuário Nivel 5

Postagens: 2819
Registro: 18/2/2003
Local: - ?? - Brasil
Status: online
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 16/8/2004 12:47:00  

Tenho um Omega Constellation 1973, com trítio, que brilha até hoje...Mas brilha pouco. Minha grande birra com o trítio e a sua cor, que vai passando de um branquinho para um verdinho horrível com o passar do tempo. Não sei se isso acontece com os luminova, pois os relógios com tal composto são relativamente modernos. Mas já vi Omegas Speedmaster Auto (reduced) com mostradores já verdinhos e, pelo que eu saiba, a Omega sempre utilizou luminova neles. Tô errado?
Flávio

   
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9881
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 26 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 16/8/2004 15:41:00  

Li que a Omega passou a usar Luminova desde que surgiu no mercado, acho que em 95 (ou 97?).
Até então era trítio. Foi o que li, não estou afirmando.

Abraços!

Adriano


Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.
   
Alberto Ferreira
Usuário Nivel 5

Postagens: 6636
Registro: 21/2/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 62 anos
Dados do Usuário  E-mail do Usuário não disponível  Usuário sem Página  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 5/2/2005 20:37:00  

Refrescando o tópico.

Alberto Ferreira
   
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9881
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 26 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 6/2/2005 01:16:00  

Boa! Bom refresco esse! Obrigado Alberto!

Abraços!

Adriano


Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.
   
José Luis
Usuário Nivel 4

Postagens: 725
Registro: 18/9/2004
Local: Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Idade: 42 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 8/2/2005 15:53:00  

Tenho um Omega Speedmaster de 1996 que tambem tem esse problema. O relógio
esta novo, porem os "luminosos" estão verdes.
Tenho tambem um Seiko de mergulho de 1990 que conserva a mesma cor.


Mensagem original postada por flávio Tenho um Omega Constellation 1973, com trítio, que brilha até hoje...Mas brilha pouco. Minha grande birra com o trítio e a sua cor, que vai passando de um branquinho para um verdinho horrível com o passar do tempo. Não sei se isso acontece com os luminova, pois os relógios com tal composto são relativamente modernos. Mas já vi Omegas Speedmaster Auto (reduced) com mostradores já verdinhos e, pelo que eu saiba, a Omega sempre utilizou luminova neles. Tô errado?
Flávio


"A vitória ou a derrota estão nas mãos dos deuses, festejemos então a batalha."
   
 

2 ]