Autor
Tópico: Tudo que a Rolex significa  
TT
Usuário Nivel 2

Postagens: 99
Registro: 5/2/2006
Local: Tramandaí - RS - Brasil
Idade: 26 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 26/3/2006 14:24:00  

Caros amigos! q bom q o fórum voltou!

Esses dias eu tava pensando, faz pouco tempo que me interessei por relógios e lembro que nem sabia a diferença entre um modelo automático e um movido a quartz. Ainda hoje sei pouco, mas vou aprendendo.
Mesmo antes de não saber nada de relógios, uma coisa eu sempre soube: Rolex é uma marca de relógio, e quase todo mundo sabe disso. Quem paga R$ 29.000,00 num submariner zero? Sei q tem gente com dinheiro, mas esse valor é alto por um relógio. Se um dia eu tiver condições acho que até pagaria, existem modelos mais caros (da própria Rolex) e de outras também. Na verdade se paga a marca o status de ter um Rolex no pulso.
Mas enfim, como a Rolex se tornou referência? Já li a respeito disso e tudo resulta no tal de marketing. Tudo bem, ao que parece a Rolex participa de inúmeros eventos esportivos (patrocina acredito), muita propaganda. A Rolex "inventou" (me corrijam se eu estiver errado) o relógio de mergulho em 1953, que até hoje é imitado por praticamente todas as marcas. Isso é inovação, criatividade. Este é um ponto a ser levado em consideração.
Acredito que aquela coroa, símbolo da Rolex enfeitiça qualquer um, parece mágico mesmo. Deixa muita gente boba. A lupa no calendário, o nome... Rolex é status e porque não poder? Coloque um Patek e um Rolex na frente de um leigo, qual ele vai escolher? Se fizessem isso comigo há dois anos atrás eu escolheria o Rolex sem pensar, mas hoje eu sei o que um Patek Philippe significa.
Por fim, vou ainda tentar entender porque a Rolex se tornou o que ela é hoje e entender porque outras marcas de reconhecida qualidade não chegaram a ser um Rolex.

Um abraço a todos.



   
flávio
Usuário Nivel 5

Postagens: 2820
Registro: 18/2/2003
Local: - ?? - Brasil
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 26/3/2006 18:38:00  

A Rolex fez sua imagem com base em produtos de durabilidade superior (e precisão). Inventou várias coisas, dentre as quais o primeiro modelo que prestava resistente a agua. No boom do quartz, manteve-se fiel aos mecânicos e, aí, mudou sua imagem, de algo robusto e resistente (e acessível), para algo caro, de luxo e inacessível. Tudo com propaganda. Ué, mas não vejo propagandas da Rolex em revistas estilo tititit! É, mas vê em campeonatos de golfe, tenis, regata, enfim, coisas de rico. Valem o que custam? Bem...
Flávio

   
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9881
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 26 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 26/3/2006 18:56:00  

Basicamente a resposta não é tão complicada: o motivo principal foi o fato da Rolex, por uma relativa sorte e acaso, ter se tornado o relógio preferido por yuppies no início da década de 80. O "yuppie" era a imagem do sucesso, e o Rolex se tornou parte dessa imagem. Nessa época, os preços começaram a subir vertiginosamente, pois até então, era apenas um excelente relógio suiço com um preço "na média".

Quando eu disse "relativa sorte e acaso", digo isso porque em partes, não foi tanto acaso assim: o final da década de 70 e início da de 80 foi um período funesto para a relojoaria mecânica, pois foi nessa época que o relógio quartz barateou vertiginosamente e se popularizou demais. Poucas marcas sobreviveram ao baque, mantendo as mesmas características do passado. Muitas marcas famosas fabricaram relógios meio bundões (se comparados com o conjunto da obra) nessa época. Não quero radicalizar nem generalizar, mas por exemplo a Omega, creio que essa foi sua pior fase "mecânica".
Talvez pelo fato da Rolex ter sido uma das poucas que resistiu com a mesma força, os Rolex se tornaram preferidos e distintos. Nessa mesma época, a Rolex foi esperta também, se metendo em patrocínio de esportes de rico, como iatismo e golfe.

Pois propaganda mesmo, a Rolex nunca fez muita. Pelo menos não uma propaganda claramente agressiva, usando astros como "endorsers" e coisa do tipo.

No mais, o preço de relógios mecânicos hoje, não se discute mais. Em praticamente todos eles paga-se muito mais a marca do que qualquer outra coisa. Não há como discutir se vale ou se não vale, já que os relógios mecânicos hoje são qualquer coisa desde objetos de luxo e jóias até símbolos de status, menos instrumentos de medição do tempo.

Para terminar, há sim que compre os Rolex, e todos eles. Há quem espere semanas ou meses por um Daytona de aço, ou então, submeta-se à um ágio. Não há prova maior do que o fato da Rolex produzir 800.000 relógios por ano, e vender cada um deles. Se não vendessem todos eles, o preço cairia, ou eles quebrariam...

Não creio que o simples fato de ter "inventado" ou revolucionado algo seja motivo para supervalorização hoje, pois várias outras marcas também foram pioneiras em vários ramos. Mesmo porque, grande parte do público consumidor nem sabe o que é Oyster, nem quem foi Wilsdorf. Isso nem faz diferença para esse público. Creio até que haja lá uma parcela, mesmo que pequena, que só descobre que o relógio tem coroa rosqueada no momento da compra. Então não creio muito que essas coisas tenham peso para o consumidor de objetos de luxo, pois não é isso que ele busca ao comprar um produto.

Apenas a título de curiosidade, até a década de 40 ou 50, os Rolex eram apenas bons relógios suiços. Meu avô ganhou de seu pai um Rolex de bolso, lá pela década de 40, e a família não era nem um pouquinho rica. Quer dizer, um cara bem "mais ou menos de vida", se se apertasse um pouco, conseguia comprar um. Na década de 60, a Seiko lançou o Diver's 6105, que embora fosse um pouco mais caro do que um Seiko Diver's de hoje, custava apenas metade de um Rolex Submariner. No início dos anos 80, o Subariner já estava custando cerca de 10 vezes um Seiko Diver's. Hoje, o Sub custa pouco mais de 20 vezes um Seiko Diver's.

Abraços!

Adriano

PS: comecei a escrever a mensagem antes de ler a reposta do Flávio. O que ele disse bate com minha idéia. Por falar nisso, uma vez vi no eBay uma camisa polo bem legal com o embleminha da Rolex, era de um torneio de golfe. Tive vontade de comprar, mas comprar roupa à distância é complicado por causa do tamanho.


Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.
   
flávio
Usuário Nivel 5

Postagens: 2820
Registro: 18/2/2003
Local: - ?? - Brasil
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 27/3/2006 09:14:00  

A resposta do Adriano foi mais completa e, realmente, como ele próprio ressaltou, suas idéias coadunam-se com as minhas. O que quis dizer é que você não verá propaganda da Rolex para as massas. Não verá propaganda da Rolex numa revista qualquer, como a Omega faz. Eles são seletivos e pretendem sempre atingir pessoas de alto poder, que de tabela, fazem a imagem da marca e, de boca em boca, pelo mito, já viram...Afinal, se o fulano, bem de vida, usa um Rolex, símbolo do seu status, por que não posso ter um? E assim, eles vendem trocentos mil relógios ao ano. Claro, se o relógio fosse uma porcaria, não venderiam. São bons. Mas não são o supra sumo da relojoaria, pelo simples fato de que já é um mérito produzir trocentos sem defeitos né?
Flávio

   
TempusVivendi
Usuário Nivel 5

Postagens: 2301
Registro: 28/1/2005
Local: A Oeste de Meca - SP - Brasil
Idade: 53 anos
Dados do Usuário  E-mail do Usuário não disponível  Página do Usuário  Mensagem Privada  ICQ  MSN Messenger  Sexo Masculino
 Postado em 27/3/2006 09:49:00  

Pessoal,

Nos anos 70 eu trabalhava na IBM e lá tinhamos um slogan.
"O MELHOR DEPARTAMENTO DA IBM É O DE MARKETING."

Se eu hoje aparecer com um Rolex no braço em alguma festa da "alta sociedade sorocabana" vão olhar no meu braço e pensar "poxa esse cara está bem vida."

Agora se eu aparecer na mesma festa com um Franck Muller Evolution vão olhar no meu braço e pensar "caramba esse cara está mau mesmo, olha que relóginho de camelô ele está usando". Detalhe esse relóginho custa a bagatela de 900.000 Euros.

Se eu aparecer com um Seikinho top, não vão nem deixar entrar.

Posso citar diversas marcas AP, Piaget, etc. que são "desconhecidas" do grande publico. Outras ainda são conhecidas com "ressalvas" porque vem do tempo dos pais ou avós como PP, V&C, etc..

A Rolex tem seus méritos, mas a agressivade de seu marketing é impressionante.

Isso me lembra de uma certa propaganda de cigarro, o cara escala uma tremenda montanha de gelo, chegando lá em cima a primeira coisa que faz é fumar um cigarro.
Vai ter pulmão assim no raio que o parta.

Falei,


Paulo


__________________________________
http://www.tempusvivendi.com.br/
Skype: tempusvivendi
Celular: 0xx15.9705-1548
   
solano
Usuário Nivel 5

Postagens: 4319
Registro: 9/12/2004
Local: Rio - RJ - Brasil
Idade: 19 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 27/3/2006 19:59:00  

Valer não vale não! O pessoal é que paga pelo status. É um bom relógio, mas só pagaria 50% do preço.

Abs.

   
Cardozo_II
Usuário Nivel 3

Postagens: 347
Registro: 26/10/2005
Local: Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Idade: 34 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 27/3/2006 20:30:00  

Já havia dito isto no outro fórum.

Por estas e outras que acho a marca Rolex brega. Poucos são aqueles que o compram por sua qualidades técnicas ou estéticas.

Um abraço,

Peter

   
Lobo
Usuário Nivel 5

Postagens: 3291
Registro: 19/8/2005
Local: Campinas - SP - Brasil
Idade: 45 anos
Status: online
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Usuário sem Página  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 28/3/2006 14:31:00  

TT, p/começar, um Submariner aço não custa R$ 29.000,oo em LUGAR NENHUM. Custa uns R$ 12.000,00 e para pagar em em 4, 5 ou 6 vezes. Faça uma pesquisa.

Qto a ser bom ou mau negócio. Tire suas conclusões.

Em 1980 com meus primeiros salários comprei um Submariner mod.5513. À época custou o equivalente a US$ 1.000,00 ( paguei em 12 vezes ). Tenho-o até hoje. Está perfeito. Só fiz uma revisão há um ano e tenho quem me dê US$ 3.000,00 AGORA se abrir o bico.
Em 1994, entrei na Casa Afonso em Ribeirão Preto e comprei um Rolex Daytona aço. Paguei o equivalente a US$ 4.000,00 ( desta vez à vista com 15 % de desconto ). Em 2004 precisei de din din e vendí à vista por US$ 7.000,00.

Qto a ser brega ( ô Peter, isso nem parece vir de Vc! )... sem comentários.
[]s, Lobo.

   
solano
Usuário Nivel 5

Postagens: 4319
Registro: 9/12/2004
Local: Rio - RJ - Brasil
Idade: 19 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 28/3/2006 16:28:00  

Ôpa! Brega ou não, não posso julgar...MAS é o preferido do Wando!

Abs.

   
Guilherme
Usuário Nivel 5

Postagens: 1544
Registro: 29/7/2005
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 32 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 28/3/2006 16:51:00  

Olá amigos,

Eu não tenho um mínimo conhecimento de Rolex. E vou ser sincero, nem sou muito fã. Mas, eu penso que a Rolex é sim tudo isso. Eu particularmente gostaria de ter um igual ao que o Olijean tem, mas não é "amor à primeira vista".
Talvez há um exagero quanto ao preço, reconheço. Mas isso vale também para outras marcas de mesmo nível. Têm Omega que usa calibre ETA e que é uma facada no "tobas", e ninguém comenta a respeito. Outras como a Bulgari então nem se fala.

Um abraço,
Guilherme.

   
 

2 ] 3 ]