Autor
Tópico: quais sao, atualmente, os calibres inhouse?  
Amadeu
Usuário Nivel 4

Postagens: 828
Registro: 21/1/2006
Local: PIRASSUNUNGA - SP - Brasil
Idade: 43 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 28/1/2006 19:08:00  

Lendo outro dia o comentario de um colega (que vai me desculpar mas nao me lebro quem era) falou que para ele completar sua coleçao de automaticos inhouse so faltava um certina e um eterna (soh para dar inveja tenho varios dos dois ).
Ahi comecei a lembrar quais seriam, ainda as fabricas que fazem seus movimentos.
os colegas poderiam me ajudar?

   
HumbertoReis
Usuário Nivel 5

Postagens: 1191
Registro: 3/10/2004
Local: Guanambi - BA - Brasil
Idade: 35 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  MSN Messenger  Sexo Masculino
 Postado em 28/1/2006 19:27:00  

Acho que tem várias manufaturas investindo nos movimentos in-house. A galera do fórum conhece várias.

Eu gosto da JeanRichard.


_______________________
Humberto Reis
http://www.humbertoreis.med.br/
http://www.portalppc.com/

   
Alberto Ferreira
Usuário Nivel 5

Postagens: 6645
Registro: 21/2/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 62 anos
Dados do Usuário  E-mail do Usuário não disponível  Usuário sem Página  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 28/1/2006 19:45:00  

Salve!

Neste "post" do Andrew Bogart, incluído nos TZ Classics, há uma lista bem completa.

Nela, nós podemos ver quem faz o que.

Abraços,

Alberto Ferreira
   
damasceno
Usuário Nivel 3

Postagens: 141
Registro: 5/9/2003
Local: Fortaleza - CE - Brasil
Idade: 29 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 28/1/2006 20:12:00  

Olá "apiozzi" !
Olha sei não viu, mas ao contrário do que comentou o Humberto, acho que as manufaturas estão cada vez menos se preocupando em "fazer propaganda" quando o assunto é "fabricação completa de, simplesmente..., tudo" ! O que eu tenho observado é que está cada vez mais comum a utilização de um determinado mecanismo em uma grande quantidade de relógios ! inclusive de "marcas" diferentes !! Tome como exemplo os mecanismos da ETA e os mecanismos utilizados nos relógios Mido e Tissot !!! Houve um tempo em que fazia parte da "arte" do "compromisso" de uma determinada marca, zelar por essas caracteristicas de fazer tudo ! mas atualmente... temos mesmo é que admitir que os relógios mecânicos também viraram relógios comerciais !!! ( Óbvio que não me refiro a simplesmente - Todos ! Mas ainda assim, arriscaria dizer que são a maioria ) !

   
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9889
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 26 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 28/1/2006 22:38:00  

Relógio mecânico hoje é 100% comercial, não tem a menor utilidade prática. O relógio mecânico era "relógio" no tempo que só existia ele. Os quartz mataram os relógios mecânicos, que quase sumiram. E seria impossível eles voltarem como "relógios", pois não há como competir com os quartz. Então os mecânicos voltaram como itens de luxo, quase jóias, itens meramente para interessados em itens de luxo, ou colecionadores. É puro comércio, pois não há como eles serem instrumentos para medição do tempo, pois nesse sentido perdem feio para os quartz em todos os sentidos. Os mecânicos portanto não concorrem com os quartz nesse sentido, e só conseguem existir se forem encarados desse jeito, como objetos de luxo, objetos para gostos diferenciados.


Abraços!

Adriano


Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.
   
Amadeu
Usuário Nivel 4

Postagens: 828
Registro: 21/1/2006
Local: PIRASSUNUNGA - SP - Brasil
Idade: 43 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 29/1/2006 07:04:00  

eu vejo que o relogio mecanico estah voltando.
pelo menos nos casos de relogios de luxo.
alguem compraria um rolex quartz? (tem mercado para tudo) ou um patek ou vacheron quartz. acho que seria o maior crime da umanidade. rissssssssssss.
pensando assim, acho que ficaremos com os verdadeiros movimentos soh nos relogios inacessiveis. ou nos japoneses que conseguem fazer excelentes relogios mecanicos com preço baixo.
o que me chateia e ver um movimento valjoux 7750 num relogio de 10000 e o mesmo movimento num de 1000. desvaloriza em muito o movimento


   
flávio
Usuário Nivel 5

Postagens: 2827
Registro: 18/2/2003
Local: - ?? - Brasil
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 29/1/2006 08:02:00  

Até uns 5 anos atrás, as manufaturas resumiam-se a 10 marcas. Hoje já são duas dezenas (sem contar os independentes). Eu acho isso legal...Porém, nada que se compare a antes da revolucão do quartzo, quando existiam centenas de manufaturas.
Uma lista completa? Grande...
Flávio

   
Alberto Ferreira
Usuário Nivel 5

Postagens: 6645
Registro: 21/2/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 62 anos
Dados do Usuário  E-mail do Usuário não disponível  Usuário sem Página  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 29/1/2006 09:11:00  

Pois é!

E, com relação aos 1.000 ou 10.000 não podemos esquecer que,...

No fundo, todos os fabricantes teriam condições de fazer bons movimentos a preços, digamos, razoáveis.
Mas, como já foi discutido aqui antes, o custo de fabricação de um movimento, se industrializado, não tem necessariamente qualquer relação mais direta com o preço de venda do relógio.
Excetuando os "fora de série", os com complicações específicas, feitos à mão, etc..., bem entendido.

Esta mesma tendência (de "globalização" dos produtos e/ou seus componentes básicos) ocorre praticamente em toda a Indústria atual, da automotiva à eletrônica, passando até pela de "lembrancinhas de viagem" ou "artesanato" para turistas, que podem ser compradas na Praça de São Pedro ou no Juazeiro do Norte, mas que são fabricadas num mesmo local, bem lá do outro lado do planeta.

C'est la vie!
E, no que tange aos relógios mecânicos e seus "movimentos básicos", talvez...

"Melhor com eles, do que sem eles."

Abraços,

Alberto Ferreira
   
Enéias
Usuário Nivel 5

Postagens: 3846
Registro: 22/2/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 44 anos
Status: online
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  MSN Messenger  Sexo Masculino
 Postado em 16/3/2007 19:04:00  

Apenas para que tenhamos em arquivo, para o caso do TZ tirar do ar:

1) Uses only original movements and manufactures other major components (case, dial and hands) of every watch in-house.

Glashütte Original
Haldimann Horology
Jaeger-LeCoultre
Rolex
Seiko (also makes crystals)
R.W. Smith
Andreas Strehler
Urwerk

2) Uses only original movements.

Vincent Bérard
Blancpain
Citizen
De Bethune
Philippe Dufour
Jean Dunand/C. Claret
Jean Daniel Nicholas
F.P. Journe
A. Lange & Sohne
Richard Mille
Minerva
Piaget
Vulcain
Vyskocil (also makes case in-house)
Zenith

3a) Uses some original movements, but also uses base movements/ébauches with extensive and substantive in-house modification such that a unique movement results.

Vincent Calabrese
Roger Dubuis
Gérald Genta
Paul Gerber
IWC
Kiu Tai Yu
Franck Muller
Ulysse Nardin
Parmigiani
Revue Thommen
Daniel Roth
Speake-Marin

3b) Mostly uses original movements. but also uses supplied or refinished movements.

Breguet
Girard-Perregaux
Patek Philippe
Vacheron Constantin

3c) Uses some original movements, but mostly uses supplied or refinished movements.

Audemars Piguet
Chopard
Frédérique Constant
Poljot
Vostok
Harry Winston Fine Timepieces

4) Begins with supplied ébauche or base movement, but does extensive and substantive in-house modification such that a unique movement results

Svend Andersen
Arnold & Son/La Jour Perret
blu--source du temps
Martin Braun
Breitling
D. Dornblüth & Sohn
Graham/La Jour Perret
Richard Habring
Vianney Halter
Urban Jürgensen & Sønner
Christiaan van der Klaauw
Lang & Heyne
Rainer Nienaber
Nomos
Pita
Thomas Prescher Haute Horologie
Antoine Preziuso

5) Designs and manufactures at least most movements in-group

Jaquet Droz
Longines
Omega
Tissot



Abraços!
Enéias


Pensamento: "não é dos fortes a vitória, nem dos correm melhor, mas dos sinceros e justos, dos que cultivam o amor."
   
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9889
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 26 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 16/3/2007 19:14:00  

Enquadrar a Breitling no grupo "4" pra mim é novidade...

Abraços!

Adriano


Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.
   
 

2 ]