Autor
Tópico: Vibrograph caseiro... é possível?  
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9890
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 27 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 3/6/2004 00:59:00  

Salve!

Pessoal, talvez eu esteja viajando completamente, mas andei pensando aqui. Qual a possibilidade de se fazer um programa de computador que analize a freqüencia e marcha, pelo menos, de um relógio mecânico? Um microfone comum bastaria para fazer a captação?
Afinal o princípio é só esse: um microfone, um oscilador quartz (o próprio relógio do computador), uma placa de som obviamente e um software que fizesse a análise e mostrasse na tela.
Não me parece algo complicado.

Ou ainda, algo bem caseiro: qual a possibilidade de analisar a freqüencia do relógio utilizando um microfone sensível e um programa de captação de som? Há como interpretar o som e mensurar a freqüencia exata, analisando o "spectro" do som?

Quais as possibilidades e impossibilidades de uma coisa dessa?
Alguém já pensou nisso?

Abraços!

Adriano


Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.
   
Fábio Leite
Usuário Nivel 4

Postagens: 889
Registro: 24/2/2003
Local: Fortaleza - CE - Brasil
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 3/6/2004 11:11:00  


Bem um programa muito bom para este fim seria o Matlab. Usei na faculdade e se não me engano na versão R12 ele vem com um programa de aquisição de dados. A idéia do microfone é muito boa, mas teríamos de pensar em algo mais sensível, como um microfone daqueles que são colocados em telefones (grampos).

abraços,

Fábio Leite
   
flávio
Usuário Nivel 5

Postagens: 2827
Registro: 18/2/2003
Local: - ?? - Brasil
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 3/6/2004 11:28:00  

Acho que é possível. Só não sei como!
Flávio

   
Fernando
Usuário Nivel 3

Postagens: 339
Registro: 21/2/2003
Local: Montréal - SP - Brasil
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 3/6/2004 11:49:00  

Imagino que o princípio seja mais ou menos o do osciloscópio, que registra amplitude e freqüência de um pulso elétrico.
Na época que eu fazia colégio tec. em eletrônica, eu tinha um programinha de osciloscópio no computador que era alimentado por um dispositivo ligado na saída paralela.

Hj em dia, com certeza deve haver software emulador de osciloscópio bem mais avançado e talvez haja um que alterne a fonte de dados para som! Ou será que tô falando besteira!

De qualquer forma, quem sabe não sai algo nos moldes da força-tarefa de construção do watchwinder caseiro!

Abraços
Fernando

   
Fábio Leite
Usuário Nivel 4

Postagens: 889
Registro: 24/2/2003
Local: Fortaleza - CE - Brasil
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 3/6/2004 11:49:00  


Boa idéia Miguel!! Alguém sabe como é o funcionamente básico do Vibrograf ?, pois o programa de aquisição de dados tem que interpretar o quê !? a quantidade de oscilações do balanço ?!

abraços,

Fábio Leite
   
flávio
Usuário Nivel 5

Postagens: 2827
Registro: 18/2/2003
Local: - ?? - Brasil
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 3/6/2004 13:29:00  

E mais um detalhe: os vibros atuais não funcionam em relógios com escape Coaxial, pois há o dobro de batidas por oscilação. Pergunto: o vibro funciona para os Cronômetros Marítimos, onde há apenas um tique por oscilação (completa)?
Flávio

   
Fábio Leite
Usuário Nivel 4

Postagens: 889
Registro: 24/2/2003
Local: Fortaleza - CE - Brasil
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 3/6/2004 14:18:00  


Amigos,

Sendo assim, teremos de usar um relógio mecânico (bem regulado, +- 1 seg) para ter idéia de qual será nossa frequência padrão, a partir daí tentaremos deixar os outros relógios como este ou bem próximos.
Poderíamos usar o timer realmente do computador, pois o que vai valer não é a hora do mesmo e sim a diferença entre uma batida e outra.

abraços,

Fábio Leite
   
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9890
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 27 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 3/6/2004 15:33:00  

Salve!

Que bom que idéia entusiasmou!

O relógio do computador é mesmo um lixo completo, não sei explicar porquê, mas meu computador mesmo tempo uma motherboard Intel, o relógio tem que ser ajustado mais do que muito relógio mecânico.

Mas talvez para uma dedição curta, ele quebre um galho.

O microfone de celular, daqueles que é tipo um clip, já é um ponto de partida. Quando à sensibilidade, é o de menos, pois basta amplificar o som, como um instrumento de cordas, elétrico. As pickups tem sensibilidade muito baixa, mas o amplificador como o nome já diz, faz o resto. É simples verificar isso: plugue um fone de ouvido direto na "jack" de um baixo, guitarra ou violão elétrico e verá que o som é baixíssimo.

A amplitude nós podemos deduzir também, já que ela é medida através através do tempo entre o "tic" e o "tac", ou seja o tempo entre o "unlock" e o "drop". Podemos chamar de destravamento e liberação em português? Entre o tic e o tac ainda há o impulso que gera ruído.

Então o ruído todo do relógio tem 3 componentes que é o destravamento, o impulso e a liberação. O resto, é o programa que analisa e diz. A amplitude é uma delas.

Eu procurei na internet e o "timer" mais barato que há é o tal do MicroSet. A versão básica, só para relógios de pulso ou bolso custa 270 dólares mais ou menos.

Impraticável para nós. É um instrumento bem simplezinho, tem conexão com o PC, vem com um programa e cabo (serial acho). Pode ser usado tanto para hobista como para profissionais.
Servirá bem aos dois.
O problema é que 250 dólares é o preço de um Vibrograph usado lá nos EUA.

Abraços!

Adriano


Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.
   
wilson
Usuário Nivel 5

Postagens: 1751
Registro: 7/4/2004
Local: Abaeté - MG - Brasil
Idade: 36 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 3/6/2004 16:46:00  

Caro amigo Adriano,

Realmente é uma boa ideia,
partindo do principio que vc mesmo sugere, usando um microfone sensivel para captar e amplificar o som, o unico detalhe que seria mais dificil seria a impressao do mesmo,
porque o vibrograph capta e imprime ao mesmo tempo, vc regula a frequencia, depois qual a regulagem que vc deseja colocar no relogio (+1, +2 , +5 seg.), na impressao vai aparecer 2 linhas, a que vc "regulou" (que vc quer) e a linha do mecanismo indicando como esta funcionando (+ ou -),

Existe um programa que se chama "E-Jay", que é usado para mixar musicas, esse programa vc pode inserir sons e musicas, aparece indicadores de tempo das musicas tambem, nao sei se podera ser usado para este fim, é simplesmente uma sugestao,

quem sabe "experimentando" e fazendo alguns ajustes...

Saudaçoes,

wilson


"Sucesso é conseguir o que você quer, felicidade é gostar do que você
conseguiu." (Fausto Gomes)

   
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9890
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 27 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 3/6/2004 17:01:00  

Pois é, esse é um dos problemas, a impressão.

Esse aparelho que falei, chamado MicroSet tem um simulador de impressão, ele simula na tela do computador a fita do papel e o resultado é o mesmo...

Mas a fita é realmente o detalhe importante... sem ela acho que não tem jeito... fica impossível fazer a comparação.

Estou começando a achar que viajei demais. Mas ainda penso que alguém poderia inventar um software que funcionasse com a ajuda da placa de som. Aí, de hardware, só bastaria comprar o microfone. Com certeza baratearia.

Ou então, se houvesse no Brasil uma cultura maior dos relógios mecânicos, com certeza haveria um aparelho nacional para fazer isso.
Afinal, não é nada complicado! É uma aparelho relativamente simples, usa tecnologias difundidas, nada que apenas poucos dominam.

Sei lá, até mesmo a Dimep poderia desenvolver um... Não precisa ser um Vibrograph, pode ser tipo esse MicroSet que falei.

Abraços!

Adriano


Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.
   
 

2 ] 3 ] 4 ]