Autor
Tópico: vale a pena restaurar um mostrador e caixa?  
sat
Usuário Nivel 5

Postagens: 1366
Registro: 21/5/2004
Local: campo grande - MS - Brasil
Idade: 37 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 24/10/2005 09:28:00  

Comprei um relógio antigo para minha noiva, marca Technos, bem antigo, muito bonito, caixa retangular, bem pequeno, em plaquê e com pulseira de couro.
É um Technos do tempo do onça, a corda manual, o calibre me foi dito e eu não lembro direito, mas é algo como ST 69 ou parecido.
Ocorre que pela pouca iluminação do local onde ele foi comprado, não tinha visto que o mesmo possui pequenos desgaste no plaquê, nos cantinhos das garras.
O mostrador, e este detalhe eu já tinha visto, é original e está quase inteiramente, exceto o meio, com pintinhas, que parecem sujeira.
O relógio funciona perfeitamente e foi revisado, estando com uma ótima marcha, pois, em dois dias, não constatei atraso nem adiantamento.
Telefonei ao Carregalo e ele disse que a máquina é bastante boa.
Pergunto: compensa restaurar o mostrador e dar um banho na caixa de um relógio tão barato?

Abraços,

SANDRO

   
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9890
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 27 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 24/10/2005 13:20:00  

Fala Sandro! Ótima maquininha essa ST 69.
Quanto ao restauro, acho que não há o que discutir: é opinião absolutamente pessoal. Se eu compro um relógio e quero reformar ele e deixá-lo em ordem, não me interessa o quanto eu paguei nele. Não vejo relação. Aliás, até vejo: se paguei barato no relógio, melhor ainda, porque o valor final fica mais baixo. Por exemplo, se paguei 50 e gastei 120 pra consertar, lucro meu. Pior se tivesse pago 150 e mais 120 para reformar. E uma coisa engraçada: muita gente é contra isso. Se você pagou 50 num relógio, não pode gastar mais de 20 reais para deixá-lo em ordem. Então se eu por muita sorte achar um Omega Constellation por 50 reais, então só vale a pena se alguém reformar ele por 20 reais, e seria burrice gastar 200 reais para reformá-lo porque custou 50 reais? A coisa muda de figura, não? Então acho que a questão não é quanto pagou, mas que relógio está se falando. Por exemplo, não acho que valha a pena comprar um Sicura por 80 reais e gastar 150 para revisar e reformar. Mas não porque custou 80, mas porque é um Sicura. E pode-se achar um bom por 120 reais. Certa feita, já comentei aqui, comprei um raríssimo Seiko 5606 quebrado, mas estava praticamente sem uso, até com selo no fundo. Paguei 30 dólares (70 reais para arrendondar). Comprei a peça que ele precisava por 70 reais, e paguei mais a revisão com uma lapidação do vidro (para tirar um pequeno risco), que deve ter dado uns 100/120 reais. No fim o relógio me custou uns 250 reais. Se fosse comprar um igual, no estado que ele está, acho que não me sairia por menos de 500 reais. Essa é minha opinião particular, você quem decide sobre a sua.

A pergunta é simples: VOCÊ acha que compensa? Você quer deixar o relógio em ordem ou não quer? Você acha que o preço total (relógio+reforma) sairá caro? Só você poderá responder.

Abraços!

Adriano


Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.
   
sat
Usuário Nivel 5

Postagens: 1366
Registro: 21/5/2004
Local: campo grande - MS - Brasil
Idade: 37 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 24/10/2005 14:34:00  

Obrigado, Adriano.

Se o relógio fosse meu, o máximo que eu faria seria um banho na caixa, mas fico com medo, pois me disseram que os banhos não têm a mesma qualidade do plaquê original, e o desgaste é quase imperceptível.
Se o relógio fosse meu, não reformaria o mostrador, pois, por incrível que pareça, acho bonitas aquelas pintinhas que se formam com o tempo, mas mulher pensa diferente...
Falei que as manchas parecem sujeira só para os amigos terem uma idéia, mas eu, particularmente, acho aquelas pintinhas amareladas espalhadas pelo mostrador inteiro, quase que até um certo charme. Podem rir, mas é verdade.
Agora podem me chamar de louco, minha grana está curta e, o máximo que eu podia gastar eram R$ 150,00.
Como foi o único mecânico feminino e bonito que achei à venda, comprei na hora, nem me preocupei se foi caro ou barato. Claro que não paguei R$ 150,00 por ele, mas com a restauração, se for feita, o preço total pode ficar entre R$ 90,00 a R$ 120,00.
Preferi dar de presente um Technos dos bons tempos do que um novo da mesma marca a quartz.
E mais, preferi este do que pagar um pouco mais caro num "ching ling".
Mais uma: é possível polir a caixa de um relógio destes?

Abraços,

SANDRO

   
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9890
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 27 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 24/10/2005 15:11:00  

É uma decisão complicada. Plaquê é fogo, é a pior decisão: deixar o plaquê original que tem uma ótima qualidade, mas que está gasto e um pouco feio, ou arrancar tudo e fazer um banho com 2 átomos de espessura, que vai ficar lindo, mas nem se compara com um plaquê? Eu prefiro nem decidir sobre uma coisa assim, por isso eu já evito comprar o relógio se o plaque estver muito ruim.

Dá pra polir sim, mas bem de leve, apenas para retirar riscos superficiais e restaurar o brilho.

Eu entendo, quando o relógio meu, não ligo para certas coisas, mas para presente é complicado, pois as pessoas não pensam como nós e normalmente pessoas "normais" não gostam de coisas usadas que demonstrem os sinais de uso e tal. Eu também prefiro um mostrador com sinais de envelhecimento. Então é complicado, já dei relógios antigos de presente e só comprei eles porque estavam absolutamente impecáveis, como saídos da loja. Senão, dar um relógio com sinais de uso, riscos, mostrador envelhecido, pode não agradar mesmo.
Aí é que é difícil. Se fosse pra você, deixaria o relógio assim mesmo, mas como é presente, a pessoa pode não gostar do mostrador antigo e da caixa com riscos.
E aí voltamos ao início: vale a pena gastar isso para reformar? Só te digo que já comprei relógios femininos impecáveis por preços baixíssimos. Já comprei 2 Seiko antigos automáticos, lindos e impecáveis, em um eu paguei 40 reais (mas revisei a máquina, porque tava precisando) e outro paguei 90 revisado e tudo mais. Já comprei um Omega a corda por 80 reais. Foi muito barato, porque ninguém valoriza esses relógios. Ou seja, antes de gastar, pense que por menos que isso, dá pra achar algo bonito e impecável. Relógio feminino é muito barato.

Abraços!

Adriano




Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.
   
sat
Usuário Nivel 5

Postagens: 1366
Registro: 21/5/2004
Local: campo grande - MS - Brasil
Idade: 37 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 24/10/2005 15:36:00  

Obrigado, Adriano.

Sem querer, você disse o que eu precisava.
Vou apenas tentar restaurar o brilho do bichinho e comprar uma pulseira de couro que o valorize mais.
O relógio está longe de estar mint, mas também muito longe de estar feio.
O desgaste do plaquê, devido à caixa ser muito pequena e fina, só é percebido quando se olha bem de pertinho e encontra-se apenas nas "pontinhas" das garras.
O dourado está um tanto opaco, mas, como é possível dar um polhimento leve, é fácil resolver.
Também não tem riscos muito aparentes, pois a caixa é muito pequena e praticamente não há o que riscar, a não ser o vidro.
O mais perceptível é mesmo o mostrador, que este sim, era minha grande dúvida, pois está quase totalmente tomado por pequenas "pintinhas" amareladas.
As cifras e ponteiros estão envelhecidos, mas intactos e não precisam de reforma, sendo até um pecado reformá-los.
E eu, particularmente, acho que as tais pintinhas amareladas, quando são de uma maneira geral e uniforme, têm seu encanto.
É engraçado, mas gosto. Não gosto de mostradores descascados e difíceis de ler as horas, mas amarelados ou com as tais pintinhas, para meu gosto, têm seu charme.
Este relógio está, de um modo geral, muito melhor que meu omega quando o comprei.
E dei o relógio a ela porque ela gosta do meu velho omega.
Estou perguntando sobre a possibilidade de reforma porque quando o dei, ela pareceu-me um pouco decepcionada, devido ao estado do mostrador.
Ela nunca tinha possuído um objeto antigo, principalmente relógio.
Com o passar dos dias, a decepção também passou após ela ouvir os elogios do seu irmão, que adora coisas antigas e achou aquelas marcas muito chiques.
Agora, está toda orgulhosa com o velhinho no pulso.
Abraços,

SANDRO


   
sat
Usuário Nivel 5

Postagens: 1366
Registro: 21/5/2004
Local: campo grande - MS - Brasil
Idade: 37 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 6/11/2005 14:02:00  

Estou reavivando este tópico para agradecer as respostas do Adriano, dizer que a decepção com o relógio por parte da minha noiva passou com os dias e hoje, ela usa diariamente o velho Technos.
Ela acabou de ler aqui junto comigo o elogio do Adriano à maquininha do relógio e ficou satisfeita.
E mais essa para vocês verem o tanto que sou leigo, especialmente você Adriano.
Lembra-se dos desgastes que falei no plaquê?
Os pontos pretos eram simplesmente sujeira.
Desapareceram por completo após o polimento leve que realizei a fim de restaurar o brilho.
Ou seja, o plaquê está intacto e sem desgastes, em ótimo estado e eu estava enganado.
Resta somente o mostrador com as marcas do tempo.

Abraços,

SANDRO