Autor
Tópico: kinetic, prós e contras?  
rodrigowatch
Usuário Nivel 1

Postagens: 9
Registro: 28/9/2004
Local: - - Brasil
Idade: 32 anos
Dados do Usuário  E-mail do Usuário não disponível  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 30/9/2004 00:30:00  

Aparentemente é uma boa alternativa.
Gostaria de saber até onde é confiável.
Prós e contras.
Aproveitem e dêem uma olhada nesses:

http://cgi.ebay.com/ws/eBayISAPI.dll?ViewItem&category=31387&item=4929875277&rd=1

http://cgi.ebay.com/ws/eBayISAPI.dll?ViewItem&category=31387&item=4929742873&rd=1

http://cgi.ebay.com/ws/eBayISAPI.dll?ViewItem&category=31387&item=4929286347&rd=1

   
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9890
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 27 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 30/9/2004 02:15:00  

Bom, colocarei aqui minhas opiniões pessoais sobre as tecnologias quartz.

Sabem que sou fã da Seiko, mas sinceramente acho a tecnologia Kinetic a pior delas, atualmente.

A melhor tecnologia na minha opinião são aquelas "limpas", como a Citizen Eco-Drive e aquele Seiko que funciona com a temperatura do corpo. Tem como inconveniente o preço ainda elevado.

A segunda melhor é a velha e boa bateria. É a tecnologia mais simples e a mais barata de ser produzida, portanto a mais acessível. Tem como inconveniente a poluição causada pelas baterias usadas.

A terceira é a Spring-Drive. Trata-se de um sistema eletrônico, com órgão regulador quartz. No entanto a energia elétrica é provida por um sistema mecânico. É praticamente uma micro usina elétrica. A parte mecânica armazena energia mecânica numa mola de corda, exatamente igual à corda do relógio mecânico. Essa energia mecânica é gradualmente liberada através de uma série de rodas (engrenagens).
A energia mecânica produzida pelo giro da última engrenagem é convertida em energia elétrica, que é usava para abastecer a parte eletrônica. É o que há de mais moderno. Porém tem como inconveniente o altíssimo preço.

A última colocada é a tecnologia Kinetic. Nada mais é do que uma máquina quartz comum que é movida pela energia elétrica armazenada num capacitor ou bateria recarregável. Essa bateria ou capacitor é recarregado pela energia elétrica gerada pela conversão da energia mecânica gerada com o giro do rotor. Considero um sistema um pouco complicado demais para um únci benefício, que é dispensar a troca de bateria. Em outras palavras, a complicação não justifica o benefício, na minha opinião. É uma complicação que encarece e é suscetível à falhas.
No entanto, merece todos os méritos por ter sido a tecnologia pioneira nesse sentido de dispensar o "reabastecimento".

Uma observação: Kinetic e SpringDrive pode parecer a mesma coisa. Mas uma diferença conceitual: no SpringDrive, a energia armazenada é a mecânica. No Kinetic, a energia armazenada é a elétrica.

Bolei aqui tabelinha simples, que reflete minha opinião:

- ruim
- médio
- bom
- ótimo

Quando digo tecnologia, entendam como "nobreza" do ponto de vista da tecnologia.
E claro, me baseio nos dias atuais. Já que afinal, o quartz era o máximo que havia na década de 70.


Quartz comum

Tecnologia:

Preço:

Aspecto ecológico:



Kinetic

Tecnologia:

Preço:

Aspecto ecológico:



Eco-Drive e Seiko térmico

Tecnologia:

Preço:

Aspecto ecológico:



SpringDrive

Tecnologia:

Preço:

Aspecto ecológico:



É isso aí.


Abraços!

Adriano


Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.
   
JR
Usuário Nivel 3

Postagens: 434
Registro: 19/7/2004
Local: Bahia - BA - Brasil
Idade: 39 anos
Dados do Usuário  E-mail do Usuário não disponível  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 30/9/2004 10:20:00  

Adriano,

Vc poderia detalhar um pouco o funcionamento do sitema Eco-Drive e também o do Seiko térmico (este último eu nem sabia que existia).

Acho que o problema dessas tecnologias é que ainda são são incipientes e sujeitas a falhas prematuras, bruscas e definitivas. Enfim, pelo que tenho observados com alguns usuários que tiveram problemas, penso que esses sistemas (quartz ou equivalentes que dispensam a substituição de baterias) ainda são pouco confiáveis. Estou certo?

Abraços,

José Raimundo

   
Alberto Ferreira
Usuário Nivel 5

Postagens: 6645
Registro: 21/2/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 62 anos
Status: online
Dados do Usuário  E-mail do Usuário não disponível  Usuário sem Página  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 30/9/2004 12:04:00  

Salve!

Adriano, a Seiko tem também o sistema "Solar" e os baseados na temperatura do corpo parecem ainda ter algumas "restrições" técnicas, como faixas ideais de temperatura, etc...

Vejam:

http://www.roachman.com/thermic/


E se você me permite uma "brincadeira", séria.

"A segunda melhor é a velha e boa bateria."

Algumas baterias podem ser velhas, mas (pelo menos até agora) elas nunca foram boas!

Talvez fosse melhor dizermos.
A segunda opção é o velho problema das baterias...

Um abraço,

Alberto Ferreira
   
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9890
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 27 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 30/9/2004 15:53:00  

Realmente Alberto, concordo. Foi apenas modo de expressão.
E é verdade havia esquecido desse Seiko que também funciona com luz solar.

Mas rapazeada, realmente não me peçam para explicar essas coisas porque meu ramo mesmo é o mecânico. Não manjo nada de quartz e até hoje não entendo 100% o funcionamento de um relógio quartz comum, para terem uma idéia.

Eu sei apenas um pouco. Então direi o pouco que sei: sobre o Eco-Drive, ele possui células fotoelétricas (sei lá se é esse mesmo o nome) por todo o mostrador, que captam a luz e convertem em energia elétrica.
É o princípio comum do gerador solar, só que de tamanho reduzido.
O tal Seiko térmico usa a temperatura do corpo para gerar energia elétrica. Esse troço é complicado.

Veja o link do Alberto.
Alberto, eu tinha esse link aqui mas não havia lido inteiro. Pelas fotos do relógio eu havia achado que o troço já estava em produção normal, tudo aperfeiçoado.

Abraços!

Adriano


Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.