Autor
Tópico: Site interessante  
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9890
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 27 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 4/10/2004 03:54:00  

Salve!

Encontrei este link interessante, que tem um esqueminha interativo de como funciona um antichoque como o Incabloc.

http://www.clock-watch.de/index.html?html/tec/sto/inc.htm


Link legal, mas nenhuma novidade.
Mas isto aqui eu não conhecia, e achei muito legal:

http://www.clock-watch.de/index.html?html/tec/sto/inc.htm


Vocês conheciam?

Abraços!

Adriano


Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.
   
flávio
Usuário Nivel 5

Postagens: 2827
Registro: 18/2/2003
Local: - ?? - Brasil
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 4/10/2004 11:34:00  

Não estou conseguindo entrar de modo algum, mas se for o site do Vyscocil, já o havia indicado há alguns anos. Se for o Vyscocil, ele é, inclusive, candidato a AHCI. No site dele há animações de tudo quanto é tipo de escapamento, turbilhão etc. Aliás...Acho que na minha página sobre o turbilhão há link para o site (ou não? vou conferir...).
Flávio

   
Alberto Ferreira
Usuário Nivel 5

Postagens: 6645
Registro: 21/2/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 62 anos
Dados do Usuário  E-mail do Usuário não disponível  Usuário sem Página  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 4/10/2004 13:56:00  

Salve!

Eu já conhecia o site.
Eu também acho interessante uma lista que há nele com os logos das diversas "trade marks".

Adriano, os dois links postados por você têm o mesmo endereço...

Um abraço,

Alberto Ferreira
   
Adriano
Usuário Nivel 5

Postagens: 9890
Registro: 13/8/2003
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 27 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino  Aniversário em 9/5
 Postado em 4/10/2004 15:23:00  

Ih caramba. Desculpem, é que o troço tá com o mesmo endereço mesmo, só muda o "frame".

Vejam no menuzinho que tem ao lado, THEORY > SHOCK ABSORBERS > S-S-R

Abraços!

Adriano


Once is an accident. Twice is coincidence. Three times is an enemy action.
   
jeans
Usuário Nivel 5

Postagens: 2963
Registro: 12/10/2005
Local: Brasília - DF - Brasil
Idade: 33 anos
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  MSN Messenger  Sexo Masculino
 Postado em 7/2/2007 20:45:00  

Refresh!

   
flávio
Usuário Nivel 5

Postagens: 2827
Registro: 18/2/2003
Local: - ?? - Brasil
Dados do Usuário  E-mail para o usuário  Página do Usuário  Mensagem Privada  Sexo Masculino
 Postado em 7/2/2007 22:57:00  

Foi bom ter trazido este tópico do fundo do mar, porque discuti algo aqui há algum tempo e não tive como mostrar, pois havia perdido este endereço.

Façam o favor de entrar no theory, escapaments, detached, lever (swiss).

Pois bem, este é o escapamento padrão em 99,9999999% dos relógios do mundo. Observem a roda de escape, embaixo, com seus dentes em forma de "botinha". Observem o movimento de todo o sistema. Lembrem-se que o balanço, que está girando acima, só mantém sua força se a cada ciclo receber um embalo da roda de escape. Notem como o embalo está sendo feito. Viram que a botinha da roda de escape desliza na rampa da levee, em vermelho? Lembrem-se do impulso que dávamos ao jogador de botão através do atrito da palheta.


Mudem agora para o escapamento "Daniels", dentro do mesmo tópico.
Esqueçam a aparente maior complexidade do sitema e acionem a animação. Olhem que a roda, neste modelo, na verdade é uma em cima da outra, daí "Coaxial", no mesmo eixo. Prestem atenção, agora, no principal (por favor, tentem esquecer que, neste sistema, cada roda está fazendo uma função diferente) deste escapamento: os rubis com rampas, como no escapamto mostrado acima. Notem, agora, que os dentes das rodas não "escorregam" nas rampas vermelhas. Na verdade, o ponto de contato é mínimo. Observem que, na verdade, cada dente da engrenagem dá como que um "peteleco" na rampa.

Sacaram?

Esta é a vantagem do escapamento coaxial! Não há transferência de energia para o balanço via "atrito", mas empurrão, o que dispensa o óleo naquele ponto de contato. Nos escapes de âncora, o óleo, por este escorregar, tende a ser "jogado para fora" da superfície das "rampas". Em algum tempo o relógio passa a se comportar diferente. No escape coaxial, pelo menos em tese, não.

De onde Daniels tirou isso?

Sigam agora para o modelo, ainda no mesmo tópico no site indicado, chamado "spring detent". Pois bem. Para os que não sabe, saibam agora: este é o modelo de escapamento usado nos cronômetros marítimos e constituem o ápice da precisão do relógio mecânico. Um treco equipado com um escape deste consegue manter uma marcha diária em torno de 0,3 segundos, faça sol, faça chuva etc.

Coloquem a animação para funcionar. Observem que, ao contrário dos escapamentos acima, o balanço dá uma volta inteira e só recebe impulso uma vez por volta, ao contrário dos demais acima. Vejam que em uma "meia volta", todo o sistema fica "retido" por uma mola (daí o nome "spring detent"); notem que o pino de impulso, o rubizinho no balanço, passa batido pela mola uma vez (a mola não retem o pino em um sentido). Viram? Na volta, porém, o pino solta a retenção que a mola fazia em todo o sistema, e, o dente da engrenagem dá um peteleco no outro rubi, impulsionando a roda de escape. Olhem agora como este impulso foi feito. Estão vendo os pontos de contato? Mínimos. Estão vendo que o sistema não usa o "atrito" para dar impulso, mas um "empurrão"? Qualquer semelhança com o modo de impulso no coaxial não é mera coincidência...

Antes que perguntem. Ora, mas se esse treco é tão bom, porque não usar nos relógios de pulso? Resposta rápida. Imaginem a finura da mola que segura todo o sistema no escape de cronômetro. Imaginaram? Agora imaginem qualquer tipo de movimentação brusca por lá. Bem, não preciso dizer mais nada. Os relógios com escapamentos de cronômetro ficam em caixas, com giroscópios para não se movimentarem muito. Sim, há alguns "deck watches" com escape de cronômetro, mas são mosca branca.

Só para encerrar. Entrem, agora, no intem "pin pallet" e coloquem o treco para funcionar. Este é escapamento por pinos, o nome é óbvio, porque há dois pinos metálicos que fazem as vezes dos rubis das levees do escape de âncora. E mais: são os próprios pinos que retém todo sitema (no escapamento de âncora o sistema é retido pelos ângulos das rampas, que fazem com que, na volta do balanço, a levee fique apoiada nos anteparos. Bem, isso é outra conversa). Pois bem, não interessa. Vejam que neste sistema a roda dá impulso ao balanço do mesmo modo que o primeiro exemplo, o de âncora, usando atrito etc. Só que há um porém: o atrito lá em cima era de rubi com latão; aqui, de latão com pinos de aço! Vocês não precisam sacar muito para entender porque os escapamentos "Roskofe", como dizem aqui, não é lá uma Brastemp. Claro, é barato de fazer, mas não se compara aos demais.

Em síntese, fomos do pior ao melhor modelo numa rápida passeada.

Flávio